Zahra Aboutalib, a mulher que deu a luz a um ‘bebê de pedra’

curiosidades
Em 1955, em uma pequena vila nos arredores de Casablanca, no Marrocos, Zahra Aboutalib entrou em trabalho de parto. Quarenta e oito horas depois, o bebê ainda estava por nascer assim Zahra foi levada às pressas para o hospital. No entanto, depois de assistir a uma jovem mulher morrer em agonia na mesa de operação, ela virou-se e fugiu em pânico, convencida de que ela sofreria o mesmo destino.
Dias de dor excruciante se seguiram, então as dores de repente pararam. Zahra acreditava no mito local do “bebê adormecido”, acreditando que o bebê nasceria em uma data posterior.
Isso nunca aconteceu, e muitas décadas se passaram, tempo o qual Zahra adotou três crianças e se tornou uma avó. Aos 75 anos, as dores agonizantes voltaram, mas vários médicos não conseguiram explicá-las. Em seguida, o Dr. Taibi Quazzani, sentiu que o estômago inchado de Zahra indicava um tumor de ovário e solicitou alguns exames.
O resultado foi chocante: a massa dentro do estômago de Zahra era um bebê calcificado. Incapaz de nascer, o bebê, que se desenvolveu fora do útero e se fundiu com os órgãos internos do Zahra, tinha morrido.

 

 

Para se proteger da infecção a partir deste “corpo estranho”, o corpo desenvolveu uma camada de material calcificado duro em torno do bebê morto. Este endureceu ao longo dos anos.
A operação para remover o feto calcificados foi bastante complicada, já que, devido ao longo tempo, ele tinha se fundido com a parede abdominal de Zahra e os órgãos internos.
Mas a mãe, que poderia ter morrido de complicações tantas vezes ao longo dos anos, teve a sorte mais uma vez. Ela teve a mesma sorte de correr do hospital, 46 anos antes.
Sem a tecnologia necessária, os médicos responsáveis ​​pelo bebê de Zahra a teriam aberto para uma cesariana sem o conhecimento do posicionamento do bebê, e provavelmente teriam cortado o cordão umbilical. Isso poderia causar hemorragia interna, matando tanto Zahra como seu bebê.
Esse fenômeno é chamado litopédio e há cerca de 300 casos da síndrome relatados, mas o bebê calcificado de Zahra passou mais tempo no útero.

 

 

( Originalmente publicado no Diário Insano )


Em dezembro de 2023, a plataforma de vídeos Rumble anunciou que iria desativar seu funcionamento no Brasil. A decisão foi tomada por discordâncias com as exigências da Juristocracia brasileira.
Fure o bloqueio da ditadura brasileira e assista ao vídeo por meio de VPN GRÁTIS
Como usar o Proton VPN Grátis: Em celular, em PC.

Disclaimer: Este site apresenta notícias, opiniões e vídeos de diversas fontes. As opiniões expressas nos artigos são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não refletem necessariamente as opiniões do site ou de seus editores.  
 
O site não se responsabiliza pela precisão ou veracidade das informações contidas nos artigos. É responsabilidade do leitor avaliar criticamente as informações apresentadas e consultar outras fontes para verificar sua precisão.  
 
O site pode conter links para sites externos. O site não endossa ou se responsabiliza pelo conteúdo desses sites externos.  
 
Ao utilizar este site, você concorda com os termos deste Disclaimer. Se você não concordar com estes termos, por favor, não utilize este site. Saiba mais sobre o BB-Blogueiros do Brasil CLICANDO AQUI.
   

Deixe um comentário