Miguel Nagib, do ‘Escola Sem Partido’, suspende o Movimento e critica Bolsonaro por falta de apoio

notícias

24/08/2020 — O advogado e procurador paulista Miguel Nagib anunciou a suspensão das atividades do Movimento Escola Sem Partido “por absoluta falta de apoio”.

Nagib diz estar frustrado com o fato do Presidente Jair Bolsonaro não ter tocado mais no assunto.

A gota d’água foi a decisão do STF (Supremo Tribunal Federal) que proibiu a continuidade da aplicação de um projeto semelhante no estado de Alagoas.
 

 

“Anuncio com tristeza o fim da minha participação no Movimento Escola sem Partido. Cessa, a partir de hoje, a atividade dos canais do ESP sob minha responsabilidade”, tweetou Nagig em 22/08/2020.

 

O Escola Sem Partido foi uma das bandeiras da campanha presidencial. Porém, após a eleição, o Presidente Jair Bolsonaro não voltou a se manifestar publicamente em favor do movimento.

Nagib acredita que simples manifestações de apoio de Jair Bolsonaro ao Escola Sem Partido seriam incentivos suficientes para a sociedade e parlamentares continuarem atuando com fervor na frente de batalha.

Mas, o que temos na realidade são os inimigos do Escola Sem Partido ganhando força gradativamente desde 2019.


Em dezembro de 2023, a plataforma de vídeos Rumble anunciou que iria desativar seu funcionamento no Brasil. A decisão foi tomada por discordâncias com as exigências da Juristocracia brasileira.
Fure o bloqueio da ditadura brasileira e assista ao vídeo por meio de VPN GRÁTIS
Como usar o Proton VPN Grátis: Em celular, em PC.


Deixe um comentário